—Eu quero ficar aqui com você. Não quero ir embora.
—Não, não. É melhor você ir.
—Você não entende, não é? Eu te amo. E eu digo isso de verdade.
Silêncio. Olhares fitando o nada. De repente, a resposta:
—Queria poder dizer o mesmo. Sei que disse que te amava, mas era meio que uma obrigação, sabe? Eu sabia que você sentia mais que eu. Eu só não queria... Te decepcionar. Você percebe que agora eu tô apaixonado de verdade, não é? Pois eu faço o mesmo que você fazia comigo.
—É, eu sei. Obrigado.
Sorri e fui embora. Era tudo que eu precisava ouvir.

Moral: Por mais que doa a verdade, ela é melhor do que qualquer mentira.

5 pensamentos profundos, hm.

  1. Lara (: on 9 de abril de 2009 16:53

    uau ;o
    isso foi curto
    grosso
    e emocionante.

     
  2. Suyan '-' on 9 de abril de 2009 17:18

    UAU
    voce me encorajou migs qq
    entende ne? '-'
    enfim, eu gostei desse curta. muito intenso :x


    beijos!

     
  3. Thiago L. on 9 de abril de 2009 19:38

    Hum, é verdade, sinceridade é tudo.

     
  4. Fabrício Haddad on 13 de abril de 2009 13:50

    Avisamos aos nossos seguidores que mudamos de endereço. Agora fazemos parde da família WordPress. O novo endereço é http://cinefilodeplantao.wordpress.com

    Um abração! ;D

     
  5. Karen Jarske on 17 de abril de 2009 21:55

    é eu sei bem doq se trata esse curta -hm

     


Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails