Olá, leitores desse limd brog –q

Voltamos a versão informatizada, agora que eu ganhei um CD-RW \o/

Laurrane que deve estar feliz, nada de digitar textos D:

Hm, vamos a Playlist da semana, músicas que estão me inspirando a escrever minha nova história, ainda sem título definido:

1: Victims of Love – Good Charlotte

“Todo mundo já feriu alguém antes, todo mundo já foi ferido por alguém antes; você pode mudar, mas sempre volta pra mais; é um jogo, e todos somos vítimas do amor”. Refrão toootaly true (y)

2: Fifteen – Taylor Swift

“Por que quando você tem quinze anos e alguém diz que te ama, você vai acreditar neles”. Refrão toootaly true (y) [2]

3: If It Means A Lot To You – A Day To Remember

Admito que eu não sou muito fã deles. Mas pra uma banda de Punk Rock essa música é tão... Fofinha *---*. E sem aquelas vozes guturais que me dão medo .-.

Vamos todos cantar: La la la la la la la \o/

4: Road Trip – Darin

Ele tinha tudo pra dar errado: perdeu o “Idol” de um país de língua esquisita (Acho que Suécia, sei lá), além de ser meio feiozinho e guei. Mas a vida pode surpreender: Ele deu uma “desembarangada”, teve uma música no filme de sucesso “Step Up” (sua músca deu título ao filme, haaa), e ainda faz dance music sobre como perder/ganhar/sofrer por gatas gostosas. Como o nome sugere, se você tiver um pouco de imaginação vai se sentir numa estrada deserta, com um carro velho, sentindo o vento em seus cabelos. Baladinha viciante.

5: Puedes Ver Pero No Tocar – RBD

Só para quebrar o clima de músicas que falam como sofrer por amor, aqui acontece o contrário: fazemos os outros rastejarem. A letra é meia boca (o título traduzido para português vira frase de música de Kelly Key; se traduzirmos pra inglês, frase constante em músicas de Britney Spears), mas a batidinha é totalmente viciante. Música totalmente chiclete! Uma das melhores do último (último mesmo,os haters podem respirar aliviados! \o/) álbum do grupo, “Para Olvidarte De Mí”. Versão em espanhol da música “You Can Look”, de Monrose.

Menção Honrosa: Blowin’ In The Wind – Bob Dylan

Nas canções que estão me inspirando a escrever a história de amor de Lívia e Diego, eu precisava de músicas antigas, só pra parte do fusca vermelho-sangue do Plínio. Nunca pensei que ia concordar com a Malluca Magalhães, mas Bob Dylan é foi o cara *-*


Tá, acabou.


Oi, Laurrane *-*

2 pensamentos profundos, hm.

  1. Maria Inácia Bellico on 11 de maio de 2009 16:05

    A música nos inspira a fazer qualquer coisa.

    Bjim*

     
  2. Maria Luisa on 14 de maio de 2009 17:27

    Taaylor ! <3
    E Laurrane ela NAAOO é caipira (ta só um pouquinho)

     


Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails